O garoto que gritava com o cachorro


Tinha um vizinho que vivia aos berros com seu cachorro, era o cão começar a latir que ele começava a gritar.
- AAAHHHHHHH! Cala a boca! Seu filho da puta, cala a boca.... maldito, fica quieto, cala a boca! (falava tudo isso como se o cão fosse entender nada).
Quanto mais o cão latia mais o cara gritava, quanto mais ele gritava, mais o cachorro latia. Ele berrava tão alto que eu, que moro a 5 casas dele, conseguia ouvir tudo perfeitamente, como se estivesse dentro da minha casa.
Eu não sabia quem era mais animal, se era o cão ou o infeliz que gritava berrando. Apesar de tudo, ninguém ligava para esse escarcéu que acontecia toda tarde, só chiavam quando eles faziam esse escândalo no meio da madrugada.
Então se mudou uma veterinária na frente da casa dele, ela achava aquilo um cumulo, quando ela ouvia os berros do cara, ela ficava puta da via, muitas vezes ia lá tirar satisfação com o “Berrador” (como eu o chamava).
Quando a veterinária ia para frente do portão do Berrador, a rua virava um puteiro. Quando o vizinho via ela no portão, ele jogava as mãos para cima e então o corpo dele era possuído por um tremelique e ele gritava “O que essa velha doida faz aqui, de novo???”(ele era meio biba...).
- O que a velha puta quer agora? (dizia ele)
- Eu quero que você pare de espancar o pobre cachorro!!!
- Eu não to espancando ninguém!!!! Sua doida, veja se arranja algo para fazer, vai ocupar a cabeça, vai lavar louça, roupa, calçada... vai te ocupar sua vagaba, você já esta a tanto tempo parada que já esta surtando.
- Surtada o C@%$*&, eu ouvi você e teu cachorro no maior escândalo, você só pode estar espancando ele.
Quando a discussão começava, parava apenas quando um dos dois desistia de gritar, as vezes demorava horas para um desistir, uma vez os dois começaram a discutir na hora do almoço e só pararam a meia noite, e mesmo assim pararam porque alguém chamou a policia.
Durante um ano (ou mais) eles armaram barraco dia após dia, ate que um belo dia, a vizinha conheceu um policial que explicou, que ela podia chamar a policia quando isso acontecesse de novo. Logo no dia seguinte, ela chamou a policia no primeiro berro ouviu.
Os policiais vieram, ouviram a algazarra e decidiram pular o muro para pegar o cara no flagra, e ela foi junto, os policiais ate tentaram a impedir, mas nada nesse mundo iria a impedir de ter seu momento de gloria, então os pobres policiais tiveram que ajudar a velha gorda a pular o muro.
Pé por pé eles se dirigiram a origem do barulho, ao chegar no local, para a surpresa geral, ele não estava batendo no cachorro, ele estava comendo o cachorro, o cachorro latia de prazer e o cara gritava com ele (um tipo de tara).
Os policiais e a velha ficaram olhando chocados com a cena, depois de observar por um tempo (para ter certeza que aquilo não era um ilusão), saíram de fininho. A vizinha nunca mais se incomodou, inclusive ela se mudou alguns dias depois (achou que aquilo era obra do coisa ruim e saiu correndo dali).

2leep.com
 
©2009 Historias de minha vida | by TNB