Olha o tuba!!!


Estava na praia curtindo o verão com a minha família, ou pelo menos tentando aproveitar a praia.já que o povo que também estava ali era muito mal educado, eles não respeitavam ninguém, jogavam areia na gente, traziam aquelas criancinhas capetas, gritavam na praia, jogavam boa no meio das pessoas etc...
Daí eu e meu primo resolvemos esvaziar a praia!!!! Como? Simples? Nos pegamos um prancha de isopor velha, que estava o maior tempo encalhada na casa de praia, daí cortamos ela em forma de barbatana de tubarão e depois pintamos de preto. Daí nos fomos para a praia levando o pedaço de isopor numa sacola, com a intenção de colocar o pedaço de isopor nas costas do meu primo, depois ele fosse ate a água (discretamente) deitava deixando o isopor para cima, para que desse a impressão que fosse uma barbatana de tubarão daí eu ia gritar “TUBARAO TUBARAO” e o povo ia sair correndo da praia, na verdade eu não sabia se iria dar certo já que a barbatana parecia ter sido atropelada por um caminhão, mas como meu primo mesmo disse “não custa tentar”.
Chegamos na praia e o meu primo foi direto para o mar e eu fiquei na praia esperando ele colocar a barbatana e me dar o sinal. Daí ele entrou na água, carregando a barbatana falsa numa sacola, ele colocou a barbatana e deu o sinal. Depois do sinal ele mergulhou (deixando apenas a barbatana de fora) e eu comecei a gritar:
- TUBARÃO!!!! CUIDADO TEM TUBARAOOO NA AGUA!!!!
Por uns três segundos o povo acreditou, sim três segundos!!! Já que foi otempo que o imbecil do meu primo agüentou embaixo da água.
e depois que as pessoas viram que era uma brincadeira adivinha oque aconteceu?
A) eles viram que era uma brincadeira e riram todos juntos.
B) Eles ficaram putos da vida e correram atrás do cara de barbatana falsa.
C) Eles ficaram putos da vida e correram atrás do cara que estava avisando que tinha tubarão na água.
Se você respondeu “A” bem você errou, mas se você respondeu “B” você também errou, porem se você respondeu “C” você acertou!!! Para você ver como aquele povo era estranho, em vez deles correrem atrás do cara que estava com a barbatana, eles correram atrás do cara que deu o aviso!!! Sai correndo com uma multidão atrás de mim, pulei muro, atravessei avenidas bem movimentadas, pulei esgoto e para fugir daquela multidã, deu o maior trabalho para me livrar daquela multidão. Mas oque me deixou traumatizado mesmo foi o monte de chutes na bunda e tapas na cabeça que eu levei!!!

2leep.com

Caindo da sacada


Quando eu era criança eu adorava passar os meus finais de semana na casa da vó Delia, era muito bom, já que eu passava o final de semana sem fazer nada, o único trabalho que eu tinha era de brincar com as coisas de meu avô, comer os doces que a vó Delia fazia e as vezes ficar espiando a vizinhança de cima do sobrado dos meus avós. Esse sobrado tinha uma sacada bem alta e toda rodeada com uma grade de ferro baixinha, naquele tempo eu adorava ficar naquela varanda para ver as brigas entre marido e mulher ou ver os vizinhos bêbados.
Um dia olhando a vizinha da frente (que por sinal era bem bonita) eu descobri que toda as vezes que ela as abaixava dava para ver debaixo da saia dela ou dentro da blusa dela, já que ela lavava a calçada da com roupas curtas e coladas ao corpo (tipo mini saia, sortinho ou camisas com um grande decote). Como eu tinha 7 anos, aquilo era a coisa mais legal do mundo, depois ficou melhor porque eu comecei a levar uns amigos meus para a sacada para ver a vizinha lavando a calçada, só que existia um pequeno detalhe, eles tinham que me pagar para irem lá na sacada ver a vizinha, daí depois que eles iam embora eu ia sempre feliz comprar um monte de doces na panificadora.
Um belo dia a vizinha resolveu lavar a calçada sem calcinha ( como eu sei? Ora!!!!! eu tava olhando, ela quando ela se abaixou eu vi!!!), na ora eu pensei “ eu vi uma mulher pelada!!!! Agora eu já sou hominho!!!!”, daí como eu nunca tinha visto uma coisa daquelas eu fiquei meio que hipnotizado, e desse modo eu apoiei na grade e fiquei lá babando por um tempo, de repente eu escuto um estalo “istresk”, o barulho foi da grade se despendendo de onde ela estava fixa !!!! E com eu estava apoiado, bemmm, cai junto com a grade.
Quando eu e a grade chegamos no chão, fazemos o maior barulho, dai minha avó que tinha ouvido o barulho veio logo ver oque havia acontecido e quando ela viu o neto dela espatifado no chão com um monte de ferro retorcido em volta dele ela quase morreu, eu nunca ouvi minha vó gritar tanto, grito tão alto que ate os vizinhos ouviram e vieram imediatamente. Mas apesar do braço esquerdo e de um machucado na cabeça, eu estava bem, tirando os machucados, eu estava feliz já que eu tinha realizado três sonhos de uma vez: vi uma mulher sem calcinha, andei de ambulância e finalmente quebrei o braço e ganhei um gesso (coisa que já tinha acontecido com todos os meus amigos e comigo não!!!).

2leep.com

Jogando queimada


Lá estava eu na aula de educação física se preparando para jogar queimada quando ouvi uma aluna perguntando para o professor:
- A professor venha jogar com a gente.
- Não posso, sabe como e a vida de solteiro, mulheres e mais mulheres, hoje estou exausto, passei a noite inteira furunfando!!!! AAAAhhh estou todo dolorido!!!
Quando eu ouvi aquilo eu fiquei fudido da cara, devia ser a 100° vez que eu devia ter escutado aquele mesmo discurso, se pelo menos ele falasse e fizesse, tudo bem, mas não!!! sabe como diz o ditado “cão que late não morde” ou “fala muito faz pouco”(maior prova disso era que ele vivia cercando as alunas e só conseguia levar fora das alunas), outra coisa que incomodava não só a mim mas a todos os alunos era que ele se gabava de seu corpo malhado e de um certo volume que ele tinha na frente da calça(ele gostava de se gabar de seus documentos grandes), para agravar mais a situação ele não contente em se mostrar, ele gostava de esfregar na cara dos outros ou o braço malhado ou o volume das calça, um dia quase briguei com ele quando ele quase esfregou o volume das calças na minha cara.
Mas você sabe, que as vezes falamos coisas sem querer, não é? Depois que eu ouvi ele dizendo que ele fufunfou a noite inteira, eu tive que dar uma resposta a altura:
- é tão simples!!! É só usar a outra mão!!!!
Na hora todos disseram juntos “NOOOSA!!!”, consertesa eles devem ter pensado “ o cara chamou o professor de punheteiro na cara dura!!!”. Bem eu só fui perceber a cagada que eu tinha feito depois que todos pararam de rir e vi a cara de fúria do professor. “to ferrado” (pensei na hora), mas antes de qualquer coisa o professor disse:
- já que vocês estão insistindo tanto eu vou jogar com vocês!!!
Na verdade ele foi jogar mais por vingança, porque todas as vezes que ele pegou a bola, ele a atacou a bola em mim com força total e sempre mirando na cara. E foi assim recebendo bolada ate que “SEM QUERER” ele deu um baita chute na bola e a bola acabou acertando a minhas bolas ( se você me entende ), agonizante de dor eu me retirei do jogo tendo que ouvir uma meia dúzia de alunos e o professor rindo de mim. Daí uma amiga veio ate mim e perguntou se eu estava bem e eu só disse para ela:
- Você pode fazer um favor para mim?
- Sim, qual?
- (tirei o cadarço do meu tênis e dei para ela) consegue amarrar isso atrás do calção do professor?
- Me da cinco minutos...
Não sei como ela conseguiu amarrar o cadarço no calção do professor, mas ela conseguiu e sem ser ninguém perceber. Daí antes de voltar ao jogo eu pedi para um amigo preparar para tirar uma foto com o celular dele da arte que eu iria fazer!!!!
Voltei para o jogo e o professor volto a atacar a bolas em mim, só que desta vez eu fiquei bem perto dele esperando um momento de distração dele, lá ficou ele correndo com o cadarço pendurado daí teve uma hora que ele passou correndo por mim e eu apenas pisei no cadarço, o calção se rasgou inteiro revelando uma cena bisarra, o professor tava usando uma cuequinha fio dental, oque deixava a mostra a bunda magra e cheia de espinhas do professor, mas eu não sei porque ele continuou correndo (talvez não percebeu oque a conteceu). Depois que eu tirei o calção dele, ele deu mais cinco passos e uma aluna (que também ao gostava dele) puxou a cuequinha dele. A cena foi a seguinte: a cueca fio dental ficou na mão da aluna, um bolo de meia que caiu no chão e o pequeno curumim que ficou amostra. Como bom songa-monga que ele era, ele só depois que arrancaram a cueca dele e o pequenino ficou amostra, só que era tarde de mais, porque o tempo que ele ficou exposto foi o suficiente para que um monte de pessoas tirassem foto dele, eu não sei de onde veio tanta maquina fotográfica, pareceu coisa do alem.
No outro dia alguém revelou o filme e fez um monte de cartazes com aquelas fotos e espalhou por toda a escola, o meu cartas preferido era oque tinha com titulo “FALSA PROPAGANDA” e que dizia: “ PROFESOR È PEGO DE CUECA FIO DENTAL REVELANDO AO MUNDO QUE SEU VOLUME NO MEIO DAS PERNAS NÃO PASSAVA DE UM BOLO DE MEIAS!!! QUE VERGONHA PROFESOR PROPAGANDA ENGANOSA DA CADEIA, ALIAS OS PRESOS VAO ADORAR SUA CUEQUINHA!!!”

2leep.com

vingança


Teve um tempo que eu tive que trabalhar de dia e estudar de noite, para dificultar a minha vida quando eu saia do meu colégio já era muito tarde e o ultimo ônibus da linha que passa perto da minha casa já tinha partido e por isso eu tinha o costume de pegar táxi todos os dias para ir embora, por mais de um ano e meio eu peguei táxi com o seu Almeida, ele era meio ranzinza porem ele era o mais rápido, era o que fazia o menor preço!!!
Um dia indo para o ponto de táxi fui assaltado e fiquei completamente sem dinheiro, assustado e sem dinheiro fui ate do ponto de táxi falar com o seu Almeida para ver se ele me fazia o favor de deixar a viagem afiado:
- oi seu Almeida, eu queria saber se o senhor poderia quebrar um galho para mim? Eu fui assalto e fiquei sem dinheiro nenhum, eu só queria saber se o senhor poderia fazer o favor de me levar e me deixar pagar essa corrida amanha?
- Você quer que eu te leve e daí te deixe lá e você só vai me pagar amanha?
- Isso!!!!
- Nem pensar!!!! Isso ta com cara de roubada!!!!
- Mas seu Almeida faz mais de um anos que eu pego táxi todo dia com o senhor! Alguma vez por acaso eu algo de errado com o senhor?
- Não! Mas sempre tem a primeira vez!!!
Daí sai dali fudido da cara com aquele veio miserável, que tinha acabado de negar um favor para mim! Sem muito para fazer eu fiquei andando pelas redondezas e pensando em uma forma de voltar para casa, depois de uma meia hora dei de cara com um São Bernardo enorme, um dos maiores cães que eu já vi em minha vida, apesar de estar magro e todo judiado ele era muito bonito. Daí eu olhei bem para a cara dele para tentar me lembrar de onde que eu conhecia aquele cachorro, eu sabia que já tinha visto aquela cara em algum lugar mas não sabia aonde. Como num estalo eu acabei me lembrando de um cartas perto da minha escola, de um cachorro desaparecido a mais de um mês e tinha uma recompensa meio gorda para quem tivesse achado o cão. Daí eu tive uma idéia, levei o cachorro para perto da escola onde tinha o cartas, depois de seis quadras arrastando aquele baita cão para perto do cartas, eu comecei a comparar aquele cão com o da foto do cartas, apesar de estar bem mais judiado do que na foto parecia ser o mesmo cão, principalmente porque as manchas nos pelos eram iguais, depois que eu tive certeza que era o mesmo cão eu peguei o cão e o arrastei ate o endereço do cartas, depois de mais onze quadras arrastando aquele baita cão eu finalmente na casa. Toquei a campainha e um homem meio azedo me atendeu:
- pó são mais de duas da madrugada!!!
- Ah desculpa!!! Eh que eu achei o cão do cartas e decidi vir trazer ele logo!
Daí o cara fico um doce na mesma hora, veio ate o portão para ver o cão dele, ele me disse também que a mulher e o filho estavam passando mal pela falta do bendito cachorro e que ambos iriam ficar felizes em ver o cão de volta, depois de agradecer ele me pagou a recompensa (cerca de 300 reais) e fui embora. No caminho eu fiquei pensando numa maneira de me vingar daquele veio filho de uma p*** que não me quis fazer um favor!!! No meio do caminho eu me lembrei de uma piada que um amigo meu me contou e eu percebi que talvez que aquela piada iria resolver a minha situação (bem iria ser algo vergonhoso para mim mas seria mais vergonhoso paro o seu Almeida), daí eu voltei ao ponto de táxi e levei a maior sorte já que o seu Almeida era quase o ultimo da fila... daí eu fui para o primeiro taxista e disse:
- olha se você me levar para casa eu te dou 100 reais e se você me fizer um boquete eu te dou mais 100 reais!!!!
- Sai daqui seu filho da p***, acha que eu sou sua mãe seu vagabundo!!!
- Não fique nervoso tio, se você não quer tudo bem mas eu garanto que o de trás vai querer!!!
Daí eu fui para o táxi de trás e disse para o taxista:
- te dou 100 reais para você me levar embora e mais 100 se no meio do caminho você me fizer uma chupeta!!
- OOOQUEEE!!!( berrou ele ), suma daqui sua bicha ordinária, antes que eu te quebre a cara!!!
- Calma tio! Se o senhor não quiser tudo bem, mas garanto que o de tas vai querer!!!
E fiz isso com todos os taxistas ate que cheguei no seu Almeida e disse!!!
- oi seu Almeida será que o senhor poderia me levar em bora?
- De graça eu não levo ninguém!!!
- Não eu emprestei um dinheirinho de um amigo (daí eu mostrei o dinheiro para ele) para que eu possa ir embora!!!
- Se for assim tudo bem!!!
Daí eu entrei no táxi e logo o seu Almeida saiu do ponto para me levar embora, e enquanto o táxi passava ao lado dos outros táxis do ponto eu abaixei o vidro e dei tchauzinho para todos os taxistas do ponto. (depois desse dia o seu Almeida ficou conhecido como tio chupetinha!)

2leep.com

Aviso

Olha eu demorei para postar as novas historias porque deu um pequeno problema no meu computador (na verdade ele pegou fogo) e por isso to sem acesso a internet e isso vai dificultar a colocar novas historias enquanto eu não comprar outro pc, por isso espero que tenham paciência enquanto eu não comprar um novo pc!!! tambem por causa desse incidente eu perdi as minhas historias, por isso eu pesso ajuda de vc, pesso que voces me mandem sua historias para mim atraves do mail olhandoalua@pop.com.br para que eu possa postar sua historia enguanto eu nao puder repor as minhas!!!

2leep.com
 
©2009 Historias de minha vida | by TNB