De bunda colada na parede



Nunca gostei da idéia de deixar meus amigos tomando conta de minha casa, principalmente depois do trauma com as chinchilas... “tive que viajar a trabalho e deixei dois amigos cuidando do meu apartamento, quando eu voltei o apartamento estava lotado de chinchilas, não me pergunte como elas vieram parar ali, ate hoje eu tento descobrir isso! Passei duas semanas encontrando chinchilas dentro dos armários, no meio da minha roupa, debaixo da pia... no total eu encontrei 23 chinchilas no meu ap”. Sempre que um amigo meu ficava sozinho em minha casa, sempre alguma coisa acabava em merda...
Então... teve uma vez eu abriguei dois amigos , a casa deles pegou fogo e destruiu quase tudo, fiquei com pena em deixar os dois na rua e os abriguei por um tempo. Um belo dia!!! Eu chego do trabalho e dou de cara com uma cena bizarra, um com as calças abaixadas e a bunda na parede e outros dois tendo um ataque de risos.
- O que esta acontecendo aqui? (eu perguntei)
- Fizemos uma aposta com o Jaime, ele fez aquela brincadeira de colar os dedos, daí agente apostou com ele que ele não fazia o mesmo com a bunda!
Daí a fixa caiu. O Jaime tinha a mania de fazer uma brincadeira com superbond, ele passava superbond na ponta do dedão e na ponta do dedo indicador, juntava as pontas desses dois dedos e depois separava, juntava e separava, juntava e separava, bem rápido, ele ficava fazendo isso por uns cinco minutos, no final desse tempo a cola secava e por incrível que pareça os dedos dele nunca colavam. Desta vez ele tentou com a bunda e não deu certo.
Começamos a tentar descolar ele da parede, primeiro tentamos o básico, puxar ele, mas não deu certo, tentamos usar uma espátula, mas também não deu certo. Depois de varias idéias frustradas, resolvi ler o tubo de superbond para ver se tinha alguma informação. Lá dizia que acaso colasse a pele, era para mergulhar o lugar na água e com movimentos leves tentar descolar. Agente jogou um monte de água na raba dele, mas não ajudou em nada, depois alguém se lembrou dos movimentos leves, voltamos a jogar água mas agora com ele rebolando ( ow cena constrangedora ) mas tambem não adiantou nada, então eu tentei com água quente (na verdade eu sabia que não iria adiantar, eu só queria judiar dele, me vingar por ele ter feito aquilo no meu ap novo). Coloquei um monte de panelas com água no fogão e deixei a água esquentar bem e joguei na bunda dele, como previsto a água quente também não ajudou, mas fez ele gritar bastante.
Depois de muito pensar, agente resolveu que a melhor maneira para retirar o infeliz dali era quebrando a parede. Arrumei a marreta com o zelador do condomínio e foi com muita dor no coração, que eu comecei a quebrar a parede, afinal eu tinha acabado de comprar aquele apartamento, mas depois a pena passou e deu lugar a diversão (adoro quebrar coisas). Quando eu quebrei a ultima lasca que juntava a parede com aquele pedaço de concreto da bunda dele, esse pedaço de concreto caiu para o lado detrás da parede e levou o Jaime junto ( ele se ralou todo ).
Depois disso agente se concentrou em quebrar o maximo daquele pedaço que ainda estava colado na bunda dele, era um pedaço bem grandinho, grandinho o suficiente para cobrir 1/3 do corpo dele, aquilo iria dar um bom trabalho... após quebrar a maior parte do pedaço de minha parede nova (isnif isnif) que estava colada na bunda do Jaime, agente percebeu que as nadegas estavam coladas uma a outra!
Então o Alex chegou perto dele e deu a má noticia:
- velho as tuas nadegas estão coladas, as duas estão unidas, uma colou a outra, estão juntas (ele era bem detalhista), e não sei se vai dar para descolar elas.
- Como??? Você esta dizendo que meu cu ta colado????? E agora, como eu vou cagar???
- owww, você sabe que aconteceu com o pintinho que não tinha cu? (eu perguntei)
- Como é que eu vou saber??? Cagou pela boca???
- Não, soltou um pum e explodiu.
Isso só serviu para o deixar mais transtornado ( essa era a minha intenção, há há há, eu sou muito perverso ). O levamos para o hospital, não sei o que os médicos fizeram, mas eles conseguiram descolar o “cu” do Jaime, o medico chegou a me dizer que isso era mais comum que se podia imaginar, teve uma vez que chegou um rapas com a mão colada no bilau. Logo depois de se recuperar do trauma o Jaime voltou a fazer o joguinho do cola e não cola, inclusive deu uma aprimorada na técnica, hoje ele consegue fazer o mesmo com a bunda e com outras partes do corpo...

2leep.com

2 Comentarios:

Anônimo disse...

UUUUURRRRRAAAAAHHHHHHHHH!!!!!!!!! Um dia vou tentar esse negocio do superbond, ashuashuashuashua...

Luís Eduardo disse...

Chorei de rir aqui.

 
©2009 Historias de minha vida | by TNB