Compras com o Mão de vaca

Sempre achei meu patrão um tremendo mão de vaca, o cara economizava em tudo, em tudo mesmo! Ele chegava ao cumulo de escrever recados e lembretes em suas mãos e braços, só para não gastar papel, era comum o ver desfilando pela empresa com rabiscos até no cotovelo por conta dessa mania.

Mas só percebi o tamanho de sua sovinice, quando o acompanhei ao super mercado...
Estava em minha mesa literalmente boiando, já havia adiantado todo meu serviço do dia inteiro e não tinha nada para fazer, por isso fui a vitima perfeita na escolha do patrão sovina:

- João, levante rapaz, você vai ao mercado comigo. (disse o patrão sem parar de andar)
- Mas por q...
- Nada de mais, nem porque, nem por onde! Você está vadiando e eu odeio carregar sacolas, venha comigo agora. (agora ele já estava no final do corredor e indo ao estacionamento).

O Patrão só pegava o que era mais barato e evitava gastar com coisas desnecessárias, ele chegava ao exagero de descascar as cabeças de alho antes de colocar no saquinho: “ Não vou pagar por aquilo que eu não vou comer, essa casca, esse talo, isso e aquilo só aumenta o peso na balança, para que eu vou pagar por isso (ele mostrou as cascas do alho) se eu não vou comer? ”

Nas sardinhas ele quis me ensinar a ser sovina:

- Olha filho! Preste atenção nessa grande sacada. Está vendo essa sardinha? Olhe o prazo de validade, já venceu a dois dias, então eu levo para casa abro e como, depois eu volto ao mercado dizendo que abri a sardinha e senti um cheiro estranho, ao conferir a validade percebi que havia comprado um produto vencido. Sabe o que eles fazem então? Eles te dão uma outra lata de sardinha e você não paga nada por isso...
- Mas ela isso já deve estar estragado, você não pode comer isso...
- Bobagem, esse negocio de validade é bobagem... Se tiver algum “cheirinho” estranho, é só ferver que mata qualquer bicho...

Na hora de embalar as compras recebi outra lição de sovinice, ele praticamente colocava um produto por sacola, o cara deixou aquele caixa sem sacola. “Olha João, essas sacolas são ótimos sacos de lixo e ótimas para guardar coisas, então pegue o máximo que puder, afinal é de graça!”, disse ele com toda sua sabedoria e conhecimento em ser sovina...


Já havia escutado algumas historias sobre a sovinice dele, mas nada chegou a esse extremo, do que adianta ter dinheiro se você come sardinha estragada?

2leep.com

7 Comentarios:

Anônimo disse...

Esse é pão duro ! kk

Alguém Estranho disse...

Hahahaha

Bem interessante seu Blog.

Me interessou.

Acho que voce iria gostar do meu.

Tenho tido varios retornos dos blogs que visito. DA uma passada la quando tiver um tempo, se for do seu interesse:

www.queminteressa.blogspot.com


Graci

Anônimo disse...

Boa história! Também gosto de acompanhar as histórias deste blog: www.cumade.com.br

Cumade disse...

Boa história! Ri muito

Anônimo disse...

Que lições de vida XD...

Juliana disse...

Hahaha, muito bom!!!
Adoro histórias de outras pessoas,
essa do padrão sovina é muito legal e muito fácil de se identificar também afinal todo mundo tem um sovina na família, rsrs.
Abraços parabéns pelos quatro anos!!!
Juliana
http://jujumeumundo.blogspot.com.br/

gabriel Sayajin disse...

kkkk

 
©2009 Historias de minha vida | by TNB