Tetas umidas


Essa é uma das minhas historias mais antigas, ela aconteceu na quarta serie, quando eu tinha aula com a professora Carla, como ela era considerada a mais malvada da escola e por isso apelidaram ela de Fera. Eu descobri a causa desse apelido quando eu presenciei uma cena onde ela estava muito nervosa com um aluno (ela sem pensar nas conseqüências rasgou o caderno do aluno e atacou ele na parede depois ainda não satisfeita ela levantou uma carteira e atacou na cabeça do aluno e tudo isso na base dos gritos e berro). Apesar dessas crises, onde ela se transformava, ela era toda certinha e sempre se vestia elegantemente (apesar de fora de moda, sempre estava elegante), ela tinha o costume de falar com um biquinho na boca( como uma francesa ), e alem de ser extremamente educada ela tinha o costume de passar essa educação para seus alunos. Aquilo que mais me marcou foi ouvir ela falando para os alunos espirrarem dentro da camisa, e se alguém por algum acaso se esquecesse de fazer isso ela ia ate a carteira e dava aquela bronca.
Eu sinceramente odiava fazer isso, quando a gente espirrava dentro da camisa deixava o peito todo molhado, isso quando eu sem querer dava aquela catarrada e ficava todo gosmento por dentro da camisa!!!
Um belo dia sem querer eu espirrei fora da camisa e para meu azar ela acabou vendo:
- Senhor João Paulo! Quantas vezes eu já disse, para você erguer a gola da camisa e espirrar dentro de sua camisa?
- Mais de cem vezes professora!!!
- Então porque você continua espirrando fora da camisa? Você um dia vai acabar espirrando em um coleginha seu!!!
- AAAAHHHH, eu prefiro espirrar na cara desse infeliz do meu lado do que espirrar em mim mesmo...
- OOOO que???
- E porque a senhora não faz o mesmo e da o exemplo?
- Porque eu sou sua professora e porque eu sei desviar o meu espirro!!!
Quando eu ouvi essa historia eu fiquei pê-da-vida, porque os alunos que sentavam perto dela reclamavam que as vezes ela espirrava bem na cara deles. No dia seguinte a essa bronca eu levei para a escola um vidro de pimenta do reino para a escola, depois que todos entraram na sala e se sentaram e a professora começou a fazer a chamada eu aproveitei a distração dela e comecei a cafungar no vidro de pimenta, cafunguei, cafunguei, cafunguei ate dar vontade de espirrar, daí eu segurei o espiro e fui ate ela com apenas um pensamento em minha cabeça: “vingança, vingança agora ela vai saber como é bom espirrar dentro da camisa”, cheguei perto da professora, dei uma olhada e ela tava com uma gola um pouco maior do que o de costume ( isso iria me ajudar ), cheguei perto dela sem ela perceber e num ato rápido eu puxei a gola dela e dei aquele baita de um espirro dentro da camisa dela, só que sem querer saiu um monte de catarro de meu nariz que foi direto para que foi direto para o meio dos peitos dela, foi tanto catarro que deixou aquele fiozinho nojento que ligava o nariz meu as tetas da professora, quando ela sentiu algo geladinho dentro da blusa ela deu um salto da cadeira e começou a correr de um lado para o outro da sala gritando “ai que nojo ai que nojo”, sabe do jeito que ela corria, gritava e se mexia, não parecia que os peitos dela estavam com catarro e sim que eles estavam pegando fogo, enquanto ela se contorcia, a turma estava se cagando de tanto dar risada. Depois de tanto sapatear ela saiu correndo pela porta e sumiu. Ela ficou fora da sala por mais de meia hora, enquanto ela estava fora a turma continuara a dar gargalhadas e só pararam de rir quando ela voltou, ela chegou na sala e a primeira coisa que ela fez foi olhar para mim e dizer:
- Que ato repulsivo senhor João Paulo, você vai aprender agora a nunca mais espirrar em alguém de novo!!!
Para falar a verdade isso que eu fiz não serviu de lição para ela (apenas deixou ela furiosa comigo) a única coisa que eu ganhei com isso foi ficar a aula inteira um canto da sala usando um chapéu de burro enquanto a professora e a sala inteira tiravam sarro de mim!!!!

2leep.com

2 Comentarios:

Anônimo disse...

Por que nao:)

Anônimo disse...

ler todo o blog, muito bom

 
©2009 Historias de minha vida | by TNB