Historia do elevador


Estava no apartamento do Carlos fazendo um trabalho de escola, estávamos fazendo uma maquete de isopor, ate quando a matéria (o isopor ) prima acabou, daí decidimos ir ate a lojinha da esquina para comprar mais isopor para acabar a maquete, fomos ao elevador e esperamos ele chegar em nosso andar (que era o 15°), entramos no elevador e descemos ate 12° andar onde ele parou, quando a porta se abriu, nos percebemos que havíamos nos metido numa furada já que o Dug entrou no elevador. Não que a gente tivéssemos algo contra ele, mas era que o cara era bem tontão, dizem que ele ficou assim depois de ingerir todo tipo de droga por mais de cinco anos, ele estava num estado tão deplorável que ele nem conseguia amarrar os cardaços do sapado, mas esse não era o problema, o problema era que ele enchia muito o saco com brincadeiras bestas e retardadas, com as piadas sem graças que ele contava e com os famosos abraços de urso que ele costumava dar nas pessoas (e como ele não era um amante do banho, os abraços dele deixavam as pessoas meio desconfortáveis). Ele entrou no elevador, olhou para nos e disse apenas “oi pro seis!!!!”, as portas se fecharam e o elevador começou a descer, daí entre o 7° e o 6° andar o elevador deu um grande estrondo e parou, assim do nada(era a segunda vez só naquela semana que ele tinha quebrado), sem muito oque fazer nos apertamos os botões de emergência do elevador e ficamos esperando ajuda. Foi passando o tempo e ninguém falava nada (eu e Carlos estávamos com medo de que o Dug se soltasse e começasse a fazer as suas brincadeiras sem graça), um olhava apenas para a cara do outro, depois de quase uma hora o Dug resolveu quebrar o gelo com um piada:
- vocês sabem o que aconteceu com o pintinho que não tinha cu????
- Não!!! Oque aconteceu?
- Ele soltou um pum e explodiu!!!! Hahahauuuhahauha!!!!!
Depois que ele contou a primeira piada sem graça ele não parou mais, foi a piada dos argentinos no Uruguai, depois a piada da Mônica e do Cebolinha, a do pontinho roxo em cima da baleia etc...
Passado um tempo, ele cansou de contar piada e ficou quietinho num canto, demos graças a Deus que ele tinha ficado quietinho, ate que escutamos um barulho muito alto de peido, mas não foi qualquer barulho, foi o mais alto e mais nojento que eu já tinha ouvido em minha vida, era uma mistura de calça rasgando com o barulho de escapamento de carro velho, mas o pior foi o cheiro que infestou aquele elevador, foi a coisa mais fedida que eu já senti em minha vida e para piorar os meus olhos começaram a arder com aquele gás que infestou o elevador, sinceramente eu estava prestes pular na garganta do Carlos para esgana-lo já que ele que tinha esse costume porco de fazer essas coisas em publico, mas eu só não fiz isso porque o Dug gritou muito alto:
- FUI EUUUU!!!! HAHAAHUUUAAUHUAAAA!!!! FUI EU QUE PEIDEI HAHAHAUAAAA!!!!!
- (com um olhar de fúria eu olhei para ele e disse) seu porco!!! sua mãe não te deu educação seu porco, tem que chamar alguém para levar sua alma porque seu corpo já ta podre...
- heheheeee você é engraçado haahahaha, eu to podre hahahaahahaha, mas ainda bem que vocês estão aqui de testemunha que eu soltei um super peido hahauhauhau.
Daí ligamos o exaustor do elevador e por um grande alivio, aquele cheiro ruim passou, foi quando o dug falou “ que pena que passou”, daí o Carlos sendo sarcástico disse:
- É verdade neh!!! que pena!!!!
- Mas não tem problema eu faço outro!!!!
- Seu filho da mãe!!! se você saltar outra coisa dessa eu infio esse elevador em sua bun***(gritou o Carlos)
- Se você não queria que eu peidasse era só pedir, agora que eu vou fazer questão de peidar mesmo.
Por mais incrível que pareça, o cara conseguiu soltar outro mais barulhento e mais fedido do que o anterior, esse foi tão forte que nem o exaustor de conta daquele fedor, mas o pior mesmo foi o ardor que eu senti em meus olhos, parecia que alguém estava esfregando pimenta em meus olhos. Depois daquela demonstração de falta de educação do Dug, Carlos e eu decidimos arranjar um jeito de sair logo daquele elevador antes que o Dug ficasse inspirado a soltar outro daqueles, procuramos por todo o elevador para achar uma saída e ate tentamos abrir a porta para mas ela nem se mexeu, a única maneira que encontramos de sair dali foi pelo alçapão do elevador, o Carlos fez escadinha e me levantou para que eu pudesse abrir o alçapão, depois que consegui abrir o alçapão eu passei pelo alçapão e fiquei na parte de cima do elevador, depois eu dei a mão para o Carlos e o ajudei a subir em cima do elevador, aquele lugar era meio assustador e sujo mas era melhor do que ficar dentro do elevador com aquele peidorrero, daí nos pegamos e com muito esforço abrimos a porta de acesso ao 7º andar, quando estávamos prestes a sair o Dug gritou de la de dentro:
- “ eu também quero irrrr!!!!”
- não Dug você vai ficar com a parte mais importante, você vai ficar e cuidar do elevador enquanto a gente vai buscar ajuda!!!!(respondeu o Carlos)
- a parte mais importante???? Ah então eu fico ahahahah!!!! Deixamos o pobre coitado lá e descemos pela escada ate o térreo, falamos com o seu Valdir (o porteiro) que não tinha reparado que a luz de socorro do elevador estava acesa, daí ele pediu desculpa pela distração e disse que ele já iria ligar para os técnicos virem e tirarem o pobre coitado do Dug do elevador. Nos sem nada para fazer fomos ate a lojinha da esquina, compramos o material necessário para terminar o trabalho, voltamos para a casa do Carlos e terminamos o trabalho. Quando eu fiquei sabendo que o Dug ficou mais de cinco horas trancado depois que a gente saiu, ate fiquei com pena dele mas depois que eu o encontrei no dia seguinte e escutar oque ele disse “- que pena que vocês não ficaram lá, vocês perderam cada rojão que eu soltei, uns eram ate dignos de ir para o livro dos recordes”, a pena que eu estava sentindo dele logo passou!

2leep.com

1 Comentarios:

Rodrigo disse...

Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Se você quiser linkar meu blog no seu eu ficaria agradecido, até mais e sucesso. (If you speak English can see the version in English of the Camiseta Personalizada. If he will be possible add my blog in your blogroll I thankful, bye friend).

 
©2009 Historias de minha vida | by TNB