Pintor folgado


Meus pais contrataram um pintor para colocar uma nova “maquiagem” em nossa casa (que por sinal estava meio feinha) e me encarregaram para tomar conta do pintor (afinal eu estava de férias vagabundiando, não custava nada ficar de olho no pintor). No primeiro dia já deu para perceber que o cara era meio lento, com um dia de serviço ele conseguiu pintar dois metros de parede, no segundo dia eu percebi que o cara era folgado, ao sair do meu quarto me deparei com o infeliz sentado no sofá e tomando água. Até que aí eu relevei, mas o tempo passou e ele pintava menos e folgava mais, chegando ao ponto de entrar em casa, futricar nos armários e na geladeira para fazer algo para comer. Cheguei a contar para os meus pais da folga do pintor, mas nem deram bola para o que aquilo que falava.
Com o tempo ele começou a usar o meu computador para entrar no Orkut (sem pedir permissão) e a alugar fitas de vídeo para ver na nosso vídeo k7, alem de ter usado umas roupas do meu pai. Já estava muito irritado com aquele infeliz, com quase três meses ele mal tinha pintado metade da casa.
Então num ato de generosidade (para mim mesmo) eu decidi ajudar o infeliz a pintar a casa (para terminar logo aquela dor de cabeça). Mas isso apenas piorou tudo! Já que ele parou de pintar para ficar me vendo pintar!!!
- Ouuuuuuuu guri!!!! Aquele canto está mal pintado!!! (dizia ele sentado na sombra)
- Tu que é o pintor, vem arrumar...
- Agora não, depois eu vou...
Mas até ai eu estava agüentado (sou um cara muito paciente), mas perdi a cabeça quando o cumulo dos cúmulos aconteceu. Ele montou a nossa piscina, encheu até a borda, entrou dentro e ficou me vendo trabalhar e dando palpite...
Então perdi a cabeça, entrei em casa, peguei dois brinquedinhos, uma vareta que dá choque (uma varetinha de choque, usei muito quando guri e ainda uso...) e uma arma de brinquei muito realista... Cheguei na beira da piscina e dei o maior choque no coitado do pintor, nunca imaginei que aquela varetinha de dar choques se tornava tão potente com água (se soubesse disso antes a teria usando mais). Naquele sobre salto assustado ele se levantou, ficando amarelado ao me ver com a arma de brinquedo...
- Pelo amor de Deus não me mate... por favor... tenho duas crianças que precisam de mim... me mata não rapaz, eu não lhe fiz nenhum mal... (disse ele morrendo de medo e tremendo mais que vara verde).
- Caraaaaaa!!!! Estou enjoado de tua folga e de tua cara, se você não pintar essa merda dessa casa até o final do dia, eu te meto uma bala no meio do teu $%@#$£*&!!! (Nessas horas temos que ser persoazivos...).
Ele nem discutiu, saiu da piscina e foi direto pintar a casa. Nunca vi alguém pintar tão rápido, ele pintava metros de parece em dez minutos e no final do dia ele terminou de pintar a casa inteira... Durante todo esse tempo ele não disse nada e foi embora sem dizer nada...
Quando os meus pais chegaram e viram a casa pintada, ficaram extremamente espantados... eles também estavam desanimados como ritimo da pintura...
- Noss filho, como ele pintou esse restante da casa rapidamente... (disse o meu pai)
- Eu dei uma forcinha!!!
- O que tu fez filho?
- As vezes temos que ter pulso firme...

2leep.com

2 Comentarios:

Anônimo disse...

otimo blog... Adorei a historia...

Tamiris Pires disse...

Nossa!Realmente vc tomo medidas drásticas né?É mas não tem o ditado situações desesperadoras pedem medidas desesperadas!Adorei!!Rsrsrsrsrsrsrsrsrs!!
http://normalzero.blogspot.com/

 
©2009 Historias de minha vida | by TNB